Nardo

 

nardo e a mirra estão citados juntos em Cantares 1:12, numa tipologia de comunhão entre a esposa e o seu amado:"Enquanto o rei está assentado à sua mesa, o meu nardo exala o seu perfume, O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meu seios."

 

Em Cantares 4:6 fala da mirra e do incenso (oração) como um lugar mais excelente. Nos vers.7 ao 15 o esposo exalta a noiva, como a mais excelente fonte das águas vivas, mencionando os ungüentos e as especiarias: (leia)

 

A unção com óleo, traz esta convicção, da presença interior do Espírito. Isto sempre foi uma constante na vida diária daqueles que conhecem a verdadeira consagração (como ato contínuo)  e comunhão com o Senhor.

 

nardo representa também nas escrituras uma aceitação e participação na morte e ressurreição de Cristo (comunhão plena). Não existe outro meio de comunhão com o Senhor se não for através da sua morte, e nossa morte com Ele, sua ressurreição e nossa ressurreição com Ele.   Mc.14:3-9 e Jo.12:3-7 são passagens claras a este respeito. O nardo traz uma convicção plena da comunhão da igreja com o seu Senhor.

 

Esta unção "em Cristo" vem de Deus: "Mas aquele que nos confirma convosco em Cristo e nos ungiu é Deus, que também nos selou e nos deu o penhor do Espírito em nosso coração". II Co.2:21-22

 

Versículos na Bíblia referentes a nardo:

 

Ct.1:12 - Ct.4:13 - Ct.4:14 - Mc.14:3 - Jo.12:3

HOMECaixa de texto:   fastsite/full      -       Power  &  Anoint       -        1990   /   2021      -       SFS   winner

lagoinha@prsilvio.com.br

Instagram:  @silviofernandesthd/