Caixa de texto:   fastsite/full      -       Power  &  Anoint       -        1990   /   2019      -       SFS   winner

Sala de

ESTUDOS

...entre...

Selecionados

Riquíssimos

Núcleo  de  estudos 

Pré-Tribulacionistas

Perdi meu pai, perdi minha mãe e perdi minha irmãzinha

 

Leia este impressionante testemunho de um jovem de 15 anos

Arquivo em Word 4 páginas...

Clik aqui...

(procuro colaborador para

editar este folheto)

Blessed brothers. I spoke to the brothers about the struggle and persecution. Urged to take the site the videos yourself encouraged me to put on the site. Very well. It was necessary to take, as I advised, otherwise there would be reprisals if they can be said. I apologize, but soon put other edifying video. Stay in blessing. Soon I will be in these parts. In face to face. In blessing.

51 Artigos sobre o Pacto

São artigos riquíssimos em PDF para Mestres, Pastores seminaristas, estudiosos e os que  amam  as escrituras.

CLIK AQUI

Dicionário Geográfico de Lugares Bíblicos Pdf    Click aqui

 

Lugar seguro Riquíssimo estudo Click aqui

 

LUZ e SAL Estudo abençoado   Clik aqui

 

 

 UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO DA HINÓDIA PROTESTANTE BRASILEIRA

Jacqueline Ziroldo Dolghie

(riquíssimo)

Click aqui

· Água  ou  coca ?

· Comida KOSHER

(alimentação judaica)

· Doce Limão

· GENGIBRE

· MEL

· Suco Verde

Raquel Emerick

click aqui

itau@prsilvio.com.br

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição. II Tess. 2.3

KOSHER

 

CLIK AQUI

Israel

Jerusalém

Muro das Lamentações

Ao vivo. Cick na imagem

Piano  JHoelzl   -   raridade.  p/colecionador  -  R$ 3.500,00

pastor@prsilvio.com.br

Troco por piano digital

Abençoados. Este riquíssimo programa bíblico o irmão faz o downloads grátis no site   mundobiblico.net

Uma Visão Breve e Geral da Teologia do Pacto

no Cristianismo Primitivo

por

Ligon Duncan*

 

Em *.pdf  CLICK AQUI

 

O que é Teologia do Pacto?

por

Ligon Duncan*

 

Em *.pdf  CLICK AQUI

Mensagem aos JOVENS

-riquíssimo-

Click na imagem

COMPARTILHE

Me abençoe...Missões BRADESCO Ag.2610 c/c 0001340-4

 

Apartamentos em Cabo frio   Praia do forte 3 quartos

Praia do Braga COBERTURA

Casa Contagem Bairro Lindéia  -  oportunidade

2 Casas Martins Soares  +  um ótimo terreno (três lotes)

Apartamento Contagem Bairro Santa Cruz (2)

Apartamento Contagem Bairro Novo Riacho transferência oportunidade

A doutrina de Jezabel

 

Eu poderia colocar como subtítulo desta mensagem “O Perigo de Ser Seduzido pela Falsa Doutrina”. Leia Apocalipse 2:18-19 e você verá que o próprio Cristo advertiu a igreja contra a doutrina de Jezabel. “Mas tenho contra ti que toleras a Jezabel, mulher que se diz profetisa. Com o seu ensino ela engana os meus servos, seduzindo-os a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas aos ídolos” (Apocalipse 2:20). A palavra grega aqui traduzida por Jezabel é sinônima de falso mestre. Ela representa claramente falsas doutrinas. Jesus esclarece o assunto, continuando “...a todos que não têm esta doutrina...” (Apocalipse 2:24).

Aqui está um grupo do povo de Deus, cheio de boas obras e caridade, tendo um tipo de fé e de paciência. Mas o olhar de Jesus aparece no meio deles, fulgurante como chamas de fogo. Mesmo com tudo de bom e recomendável, existe algo muito perigoso acontecendo, algo tão sedutor que Cristo avisa que enviará juízo e fará deles exemplo para todas as igrejas. Alguns membros da igreja estavam a serviço de Satanás. Suas boas obras, caridade, serviço, fé e paciência ficavam obscurecidas pela sedução de uma falsa doutrina. Estavam encantados por um ensinamento falso, disfarçado em verdadeira Palavra, mas que na realidade era mal.

 

A Sedução dos Servos de Deus

Cristo diz: “meus servos” estão sendo seduzidos, isto é, os ministros. Chegamos à essa perigosa situação sobre a qual Cristo avisou. Há multidões de pastores, mestres e evangelistas inteiramente sob o encanto sedutor da doutrina de Jezabel. Estes mestres seduzidos, por sua vez estão produzindo “filhos da sedução”. Ensinam a prostituição e o consumo de alimento dos ídolos - isto é prostituição espiritual. É comer o alimento demoníaco de doutrinas que justificam o pecado.

Quero dizer de maneira que não reste nenhuma dúvida, que é perigoso dar ouvidos a ensinos errôneos. A falsa doutrina pode condená-lo ao inferno mais rapidamente do que todas as paixões ou pecados da carne. Os falsos pregadores e mestres estão mandando mais gente para o inferno do que todos os traficantes de drogas, gigolôs e prostitutas juntos. Não acho que esta seja uma afirmativa exagerada - creio nisto. Multidões de cristãos cegos, mal conduzidos, estão cantando e louvando ao Senhor em igrejas escravizadas pela falsa doutrina. Milhares sentam-se para ouvir mestres que estão pregando a doutrina de demônios - e ainda saem dizendo: “Não é uma maravilha?”

Cristo não considera esta questão de maneira superficial. Seus olhos estão novamente penetrando a igreja, e Ele vem para advertir, expor e salvar o Seu povo e Seus servos desta terrível sedução. Seria bom que levássemos este assunto a sério. É sério saber que igreja se está frequentando. É sério saber a quem você está dando ouvidos. É sério saber o ensinamento que seu coração está recebendo.

O povo de Deus está se vendendo em liquidação a Satanás por todos os lados ao se entregar nas mãos de falsos mestres e traficantes de falsas doutrinas. Vender-se em liquidação à Satanás nos traz à mente a visão de viciados consumados, alcoólatras, prostitutas afligidas pela AIDS, e por ateus que odeiam a Deus. Não. Está acontecendo na igreja, em convenções e reuniões evangélicas e em grandes seminários de ensino.

A marca do cristão seduzido é ser “levado para todos os lados” buscando alguma doutrina nova, diferente, estranha. A Bíblia adverte: “Não vos deixeis envolver por doutrinas várias e estranhas” (Hebreus 13:9). Não se deixe conduzir de lá para cá, de um lado para o outro. Não nos referimos aqui àquelas vezes em que o crente amadurecido vai à uma outra igreja, que não a sua, para ouvir um verdadeiro homem de Deus pregar a Cristo e o arrepedimento. Referimo-nos aqui a correr de um lugar para outro, de seminário para convenção, de uma igreja para outra, de reunião de milagre para reunião de cura, não tendo raízes. Seus ouvidos estão sempre em comichão para ouvir algo novo, algo sensacional, algo que entretém, algo agradável à carne.

Nós os encontramos na Igreja de Times Square - forasteiros, ervas humanas, cavalgando ventos de doutrinas. Este tipo acaba não retornando porque nos recusamos a coçar ouvidos que têm comichão. Eles desejam ser adulados, e não reprovados. Assim correm de volta aos seus mestres - os suavizadores, os felizes adeptos do pensamento positivo. Eles lembram os atenienses que “de nenhuma outra coisa se ocupavam, senão de dizer e ouvir a última novidade” (Atos 17:21). Paulo avisou a Timóteo “que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos” (2 Timóteo 4:3).

 

A Doutrina de Cristo

A marca do crente maduro é a recusa em ser “levado ao redor por todo vento de doutrina” (Efésios 4:14). Tais crentes não são manipulados por nenhum mestre. Não têm necessidade de correr de um lado para o outro porque estão crescendo em Cristo. Estão se banqueteando em pastos verdejantes. Circuncidaram os ouvidos, e avaliam cada mestre, cada doutrina, segundo o padrão de santidade de Cristo. Podem discernir todas as falsas doutrinas e repelem todos os ensinos estranhos, novos. Eles aprenderam Cristo. Não ficam presos à música, aos amigos, às personalidades marcantes ou aos milagres, mas à fome pela Palavra pura.

Só existem duas doutrinas. A doutrina de Cristo e a doutrina de Jezabel. Paulo diz: “...a fim de ornarem, em todas as cousas, a doutrina de Deus, nosso Salvador” (Tito 2:10). Qual é a doutrina de Cristo? A graça de Deus ensina-nos que negando a impiedade e as paixões mundanas, devemos viver sóbria, reta e piedosamente, no presente mundo (v. Tito 2: 11-12). A doutrina de Cristo moldará você à imagem de Cristo. Ela trará à luz todo pecado oculto e todo desejo mau.

Será que o seu mestre o repreende com autoridade, falando e exortando-o a abandonar o pecado e a deitar por terra todos os ídolos como lhe é instruido em Tito 2? Você está aprendendo a odiar o pecado de forma veemente? Ou você ainda sai da igreja não convencido de culpa? Você consegue desapegar-se dos pecados de estimação? A mensagem da doutrina de Cristo é: “Purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus” (2 Coríntios 7:1).

Muitos nos escrevem dizendo: “Nosso pastor vive dizendo, ‘Não estou aqui para pregar contra o pecado; estou aqui para exaltar a Jesus.” Ou, ‘Nenhuma pregação condenatória sairá deste púlpito - estou aqui para remover o medo e a depressão do meu povo’” Mesmo entre os pastores pentecostais há dois extremos. Alguns berram um evangelho duro e legalista sem amor, de obras; enquanto outros pregam contra o pecado de uma forma acovardada, deixando do jeito que era antes da mensagem. Falso amor e lágrimas de crocodilo.

A doutrina de Cristo é uma doutrina de piedade e de santidade. “Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas” (I Tim. 6:3-4). Alguns dizem: “Meu mestre fala a respeito de santidade”. Mas não me refiro a simplesmente usar as palavras “santo” e “piedoso”; refiro-me a pregar isso com toda a autoridade. A pregação da doutrina de Cristo traz bênção, fortalece e incentiva você, mas também ela o condena tão profundamente, que você não consegue sentar-se para ouvi-la, e ainda continuar apegado a um pecado secreto.

 

A Doutrina de Jezabel

Examinemos esta doutrina de demônios e vejamos se você corre perigo de se vender a Satanás. Há três marcas distintas da doutrina de Jezabel. Todas foram encontradas na Jezabel do Antigo Testamento, a mãe e a materialização das falsas doutrinas. Jesus tornou ou seu nome sinônimo de falsa doutrina. Trata-se de uma doutrina que ensina que algo mau pode ser bom, que o profano pode ser puro.

Jezabel, no hebraico, significa “casta, virtuosa, sem idolatria”.Imagine! A mulher mais ímpia, idólatra, maquinadora, odienta de toda a Bíblia chamada de virtuosa, sem pecado. Ou seja, uma coisa muito má com nome de boa. Mas ironicamente é “casta?” - com um ponto de interrogação. Como? Quando? Onde? Como foi que se tornou casta? Quando? Onde?

Agora olhe para Acabe. “Fez Acabe, filho de Onri, o que era mau perante o Senhor, mais do que todos os que foram antes dele. Como se fora cousa de somenos andar ele nos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, tomou por mulher a Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios; e foi, e serviu a Baal, e o adorou” (I Reis 16:30-31). Acabe significa “alguém como pai” ou “carimbado com a natureza de seu pai”. Jezabel representa a falsa doutrina e Acabe é sua vítima. A Bíblia declara que não bastava que Acabe tivesse um coração inclinado para o pecado, à idolatria e à concessões. Ele traz para sua vida uma influência satânica que o confirmará em seu pecado. “Ninguém houve, pois, como Acabe, que se vendeu para fazer o que era mau perante o Senhor, porque Jezabel, sua mulher, o instigava” (I Reis 21:25).

A mensagem então é que a tendência dos cristãos que se apegam a pecados secretos e à luxúria, abracem uma falsa doutrina que só vai servir para instigá-los e confirmá-los em seus pecados, e acabem contraindo matrimônio com esta doutrina. A última coisa de que Acabe tinha necessidade era Jezabel. Como era perigosa. Ela fez florecer o que havia de pior nele, ampliou isso e destruiu Acabe. Dá-se o mesmo com a falsa doutrina. Se houver algum pecado, paixão ou mundanismo em você, a última coisa de que precisa é uma doutrina que traga à tona o que você tem de pior. Quando Davi pecou com Bate-Seba, ele não precisava de um falso profeta com uma mensagem tranquilizadora para dizer-lhe quanto Deus o amava. Ele necessitava de um profeta imparcial, Natã, com um dedo apontado, clamando: "Tu és o homem." Os que pregam a doutrina de Cristo mostram ao povo a diferença entre o mal e o bem. De seus lábios não sai nenhuma mistura. "A meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro" (Ezequiel 44:23).

Ezequiel denuncia esses falsos profetas que se enriquecem trazendo uma mensagem que traz justificativa para o pecado. "Conjuração dos seus profetas há no meio dela, como um leão que ruge, arrebatando a sua presa; eles devoram as almas, tomam tesouros e coisas preciosas, e multiplicam as suas viúvas no meio dela. Os seus sacerdotes transgridem a minha lei, e profanam as minhas coisas santas; não fazem diferença entre o santo e o profano, nem discernem o impuro do puro; de meus sábados escondem os seus olhos, e assim sou profanado no meio deles. Os seus príncipes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa para derramarem o sangue, para destruírem as almas, para seguirem a avareza. Os seus profetas têm feito para eles reboco com argamassa fraca, tendo visões falsas, e predizendo-lhes mentira, dizendo: Assim diz o Senhor Deus; sem que o Senhor tivesse falado" (Ezequiel 22:25-28).

Como consequência, temos uma geração toda de crianças confusas que nem podem reconhecer o mal quando o vêem. Os falsos profetas as enganaram. Chamam de bom quando roqueiros de cabelos tingidos de púrpura, vestidos de sadomasoquistas, se pavoneiam e giram sexualmente no púlpito, explodindo seu "rock and roll". Dizem-lhes que o sexo fora do casamento é bom desde que você esteja apaixonado e de fato respeite o parceiro. Pregadores e mestres têm se tornado os maiores defensores do pecado na nação.

 

A Doutrina de Jezabel Promove a Cobiça

"

Jezabel Odeia os Profetas de Deus e as Profecias de Deus

A Aliança de Acabe com o Mundo

 

Por Que Alguns Cristãos Caem Num Engano Destes?

 

Leia este riquíssimo estudo clicando aqui...JEZABEL

O AMOR como arma de guerra.

Uma tremenda experiência no dia do meu aniversário