Caixa de texto:   fastsite/full      -       Power  &  Anoint       -        1990   /   2019      -       SFS   winner

Sala de

ESTUDOS

...entre...

Selecionados

Riquíssimos

Núcleo  de  estudos 

Pré-Tribulacionistas

Perdi meu pai, perdi minha mãe e perdi minha irmãzinha

 

Leia este impressionante testemunho de um jovem de 15 anos

Arquivo em Word 4 páginas...

Clik aqui...

(procuro colaborador para

editar este folheto)

Blessed brothers. I spoke to the brothers about the struggle and persecution. Urged to take the site the videos yourself encouraged me to put on the site. Very well. It was necessary to take, as I advised, otherwise there would be reprisals if they can be said. I apologize, but soon put other edifying video. Stay in blessing. Soon I will be in these parts. In face to face. In blessing.

51 Artigos sobre o Pacto

São artigos riquíssimos em PDF para Mestres, Pastores seminaristas, estudiosos e os que  amam  as escrituras.

CLIK AQUI

Dicionário Geográfico de Lugares Bíblicos Pdf    Click aqui

 

Lugar seguro Riquíssimo estudo Click aqui

 

LUZ e SAL Estudo abençoado   Clik aqui

 

 

 UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO DA HINÓDIA PROTESTANTE BRASILEIRA

Jacqueline Ziroldo Dolghie

(riquíssimo)

Click aqui

· Água  ou  coca ?

· Comida KOSHER

(alimentação judaica)

· Doce Limão

· GENGIBRE

· MEL

· Suco Verde

Raquel Emerick

click aqui

lagoinha@prsilvio.com.br

 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras

KOSHER

 

CLIK AQUI

Israel

Jerusalém

Muro das Lamentações

Ao vivo. Cick na imagem

Piano  JHoelzl   -   raridade.  p/colecionador  -  R$ 3.500,00

pastor@prsilvio.com.br

Troco por piano digital

Abençoados. Este riquíssimo programa bíblico o irmão faz o downloads grátis no site   omundobiblico.net

Uma Visão Breve e Geral da Teologia do Pacto

no Cristianismo Primitivo

por

Ligon Duncan*

 

Em *.pdf  CLICK AQUI

 

O que é Teologia do Pacto?

por

Ligon Duncan*

 

Em *.pdf  CLICK AQUI

Mensagem aos JOVENS

-riquíssimo-

Click na imagem

COMPARTILHE

Quais são os sinais do fim dos tempos?

 

Mateus 24:5-8 nos dá algumas indicações importantes para que possamos discernir a aproximação do fim dos tempos: “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” Um aumento de falsos messias, um aumento de guerras e aumento em fomes, pragas, desastres naturais: estes são “sinais” do fim dos tempos. Mas mesmo nesta passagem, entretanto, estamos sendo advertidos. Não devemos nos deixar enganar (Mateus 24:4), pois estes acontecimentos são apenas o “princípio de dores” (Mateus 24:8), e o fim dos tempos ainda está por vir (Mateus 24:6).

 

Muitos intérpretes apontam cada terremoto, cada agitação política e cada ataque a Israel como um sinal preciso de que o fim dos tempos está rapidamente se aproximando. Mesmo sendo estes eventos sinais de que o fim dos tempos se aproxima, não são necessariamente indicadores de que o fim dos tempos já chegou. O Apóstolo Paulo avisou que os últimos dias trariam um notável aumento nos falsos ensinamentos. “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios” (I Timóteo 4:1). Os últimos dias são descritos como “tempos perigosos” por causa do aumento do caráter maligno do homem e pessoas que ativamente “resistem à verdade” (II Timóteo 3:1-9; veja também II Tessalonicenses 2:3).

 

Outros possíveis sinais incluiriam a reconstrução de um templo judaico em Jerusalém, aumentada hostilidade para com Israel e avanços para um único governo mundial. O sinal mais importante do fim dos tempos, entretanto, é a nação de Israel. Em 1948, Israel foi reconhecido como um Estado soberano pela primeira vez desde 70 d.C. Deus prometeu a Abraão que sua posteridade possuiria Canaã como uma “perpétua possessão” (Gênesis 17:8), e Ezequiel profetizou uma ressurreição física e espiritual de Israel (Ezequiel 37). Ter Israel como nação em sua própria terra é importante à luz da profecia do fim dos tempos, por causa da distinção de Israel na escatologia (Daniel 10:14; 11:41; Apocalipse 11:8).

 

Tendo em mente estes sinais, podemos ser sábios e discernir em relação à expectativa do fim dos tempos. Não devemos, entretanto, interpretar qualquer destes eventos únicos como uma clara indicação da iminente chegada do fim dos tempos. Deus nos deu informações suficientes para que possamos estar preparados, mas não informação suficiente para que nos tornemos arrogantes.

Abençoados

Procuro irmãos e irmãs abençoados e abençoadas, com contribuições para impressão deste livreto.

RETORNO EM LIVROS

Fale comigo

israel@prsilvio.com.br

Zap (31) 98681-9261

Apocalipse 4.1

O ARREBATAMENTO

(Interpretação literal e conclusiva)

 

“Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz que, como de trombeta, ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”.

 

“Depois destas coisas...”  Do grego, meta tauta, depois destas coisas. Esta expressão grega é usada no começo e no final deste versículo desta forma:

“Depois destas coisas” (Depois de escrever as coisas acerca das igrejas em Apocalipse capítulos 2 e 3), “olhei...uma porta aberta no céu; e a primeira voz...disse:Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”, ou seja, depois das igrejas (4.1). Isto confirma e esclarece a questão sobre o tempo do cumprimento de todos os eventos de Apocalipse capítulo 4 até 22.

 

Elas, depois destas (coisas) das igrejas, devem acontecer, ou depois do arrebatamento da igreja. Certamente que a igreja não mais estará na terra quando os eventos de Apocalipse capítulo 4 a 22 acontecerem.

 

Cristo disse que as coisas de Apocalipse 4-22 hão de acontecer depois destas, ou seja, depois das igrejas, como está provado inclusive no capítulo 1, versículo 19 de Apocalipse:

“Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas,

hão de acontecer”

 

Três itens da chave de Apocalipse:

 

Escreve as coisas que tens visto, ou seja, a visão de Cristo no meio dos castiçais (capítulo 1). Escreve as coisas que são, ou seja, as coisas acerca das igrejas, sobre as quais João escreveu e estão nos capítulos 2 e 3.

Escreve as coisas que depois destas devem acontecer, ou seja, os eventos que deverão acontecer após as igrejas (Apocalipse 4.1 – 21.5).

Isto confirma os três itens da divisão de Apocalipse.

 

Depois que João escreveu “as coisas que tens visto”  no capítulo 1 e depois que escreveu “as coisas que são”, as coisas acerca das igrejas, capítulo 2 e 3, foi-lhe então dito o seguinte: “Sobe aqui, no céu, e mostrar-te-ei as coisas QUE DEPOIS DESTAS devem acontecer”, ou seja, depois das igrejas (Apocalipse 4-22).

Apocalipse  4..1 diz: “depois destas coisas” (depois de escrever a visão do capítulo 1 e as coisas das igrejas nos capítulos 2 e 3...”Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas de depois destas devem acontecer”. Se as coisas de Apocalipse 4.1 devem acontecer depois das coisas das igrejas então elas não se cumprirão junto com as coisas das igrejas. Isto significa que todo o evento de Apocalipse 4-22 deverá cumprir-se após o arrebatamento da igreja. Também significa que nenhum evento histórico ou presente poderia ser um cumprimento de qualquer evento de Apocalipse 4-22. Por isso a conclusão do versículo 19 do capítulo 1: “e as que depois destas hão de acontecer”, (Teologicamente é uma interpretação literal conclusiva).

 

Sintetizando: A igreja deve estar aqui durante o momento do cumprimento das coisas acerca das igrejas, e não deve estar aqui durante o cumprimento das coisas depois das igrejas. A igreja então é arrebatada em Apocalipse 4.1 entre as coisas que são (capítulos 2 e 3) e as coisas que depois destas hão de acontecer, ou seja, depois das igrejas (capítulos 4 ao 22).

 

Leia o livreto na íntegra. 10 páginas Word...clik aqui

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.

Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

I Tessalonicenses 4.13-18

Missões

BRADESCO

Ag.2610

c/c 0001340-4

Retorno em livros